Reviews

Análise: Lenovo Vibe K5 – Potente e discreto na medida certa

Olá mobilenauta, tudo bem contigo? Seja bem vindo (a) à mais uma de nossas análises/reviews, o aparelho que iremos lhe apresentar hoje é o Lenovo Vibe K5, atualmente um dos melhores aparelhos em Custo x Benefício no solo nacional. Nessa análise pretendemos abordar diversos tópicos importantes, portanto, sente-se de maneira confortável, pegue seu copo de café e venha conosco ;)

O Vibe K5 foi lançado recentemente por aqui e tem como principal público alvo os jovens que amam ouvir música, jogar e navegar na internet em seus smartphones, esse aparelho foi idealizado para lhe proporcionar uma ótima experiência nesses quesitos e certamente não vai desagradar fãs de música ou pessoas que gostam de assistir bastante vídeos no YouTube, Netflix e derivados. Custando aproximadamente 800 reais, e ainda estando no Android Lollipop, o K5 tem seus prós e contras:

[section label=”Design” anchor=”Design”]

Análise/Review do Vibe K5 – Design

O Vibe K5 é um aparelho muito bonito e fino, sua tampa traseira é de plástico, porém, ele possui uma camada de metal na parte superior, o que deixa o K5 com uma pegada mais confortável e impede que ele deslize facilmente nas mãos. Mas em contra partida, o material da capa parece não ser muito resistente e frequentemente tive receio de colocá-lo sobre certas superfícies, como madeira, já que ao menos para minha pessoa o K5 passou a estranha sensação de que arranha fácil. Algo que felizmente não aconteceu durante as duas semanas em que o utilizei como aparelho principal.

k5 costas

O design é simples, porém elegante a sua maneira. (Foto: Zoom)

Quem olhar para o K5 “de costas” vai achar que é um aparelho caro porquê ele passa a sensação de o ser devido a sua traseira muito bem trabalhada, mas “de frente” ele é comum e não tem nada de chamativo, exceto algo que você certamente vai estranhar quando o pegar pela primeira vez: os botões de multitarefa e voltar estão invertidos, mas não se preocupe, é fácil se acostumar com isso.

botões do Vibe K5

Algo comum nos aparelhos da Lenovo é que os botões capacitivos voltar e multitarefa sejam invertidos. (Foto: Mobile Bit)

Nas laterais temos o botão ligar abaixo dos de volume, o que é ótimo já que eles foram posicionados em posições fáceis de alcançar com qualquer uma das mãos e são bem flexíveis, eles não irão machucar seus dedos como alguns outros aparelhos fazem devido a rigidez dos botões.

No geral, a única coisa que não gostei da aparência do Lenovo Vibe K5 é a entrada para cabos USB/Carregador que está localizada na parte superior do aparelho e não na inferior, onde comumente elas ficam. Eu sou meio lerdo e toda bendita noite quando apagava as luzes e ia colocar o K5 para carregar ficava tentando colocar o carregador na parte de baixo, aí me tocava que a porta USB dele fica na parte superior… Mas novamente, isso é questão de prática e algo que rapidamente nos acostumamos. Ou não.

Só vai ser um problema caso você goste de mexer no smartphone enquanto ele carrega. Afinal, isso pode flexionar e diminuir a vida útil do Cabo USB.

entrada usb do Vibe K5

Não conseguimos entender porquê a Lenovo colocou a entrada USB do Vibe K5 na parte superior do aparelho. (Foto: Mobile Bit)

[section label=”Tela” anchor=”Tela”]

Análise/Review do Vibe K5 – Tela

Se em terra de cegos quem tem olho é rei, em terra de telas o K5 é rei, afinal ele é o único aparelho abaixo de mil reais que conta com resolução Full-HD, ideal para quem ama ver vídeos em um smartphone, são 441 pixels para cada uma das 5 polegadas do aparelho. Todavia, o contraste e saturação são bem altos de início, mas isso pode ser ajustado nas configurações de tela do aparelho, dessa forma as cores não ficam tão vibrantes e a vista não cansa tão facilmente. Recomendo que especialmente os gamers diminuam a saturação da tela para que os gráficos não pareçam estourados devido às cores vibrantes.

k5-03

A tela do Vibe K5 é capaz de mostrar belos gráficos graças a sua alta resolução. (Foto: Print de tela do K5)

O que eu particularmente não gostei nessa tela é o brilho automático que muda com mais frequência que o devido mesmo que estejamos no mesmo ambiente. Enquanto assistia a um vídeo de 2 minutos o brilho aumentou e abaixou a seu bel prazer 3 vezes, chegou ser necessário desabilitar o modo automático e regular manualmente a iluminação da tela. As luzes permaneceram ligadas durante todo o vídeo. A mudança de brilho sem alterações da luz ambiente foi tão frequente que optei, pela primeira vez, por não usar o modo automático em um aparelho.

Mas fora isso eu gostei bastante dela, tem um ótimo ângulo de visualização, cores bem nítidas, quando devido ajustadas, e uma excelente resoluçãopara um aparelho tão pequeno. Aliás, tem algo que não posso deixar passar batido, o Vibe K5 praticamente não retém marcas de dedo no seu display, só fui eventualmente me preocupar em passá-lo na camisa para limpar marcas de dedo em um dia em que choveu muito aqui em São Paulo e o ar estava bem úmido, o que aumenta as marcas de dedo em tudo.

[section label=”Câmera” anchor=”Câmera”]

Análise/Review do Vibe K5 – Câmeras

Geralmente todo smartphone tem seu Calcanhar de Aquiles, seja o preço, a bateria, o armazenamento interno e etc. As câmeras do Lenovo Vibe K5 infelizmente são o maior ponto fraco desse aparelho, mas não se engane, é possível sim tirar algumas fotos boas com ele, mas esse exercício exigirá paciência já que será necessário mexer nas configurações de câmera. O que convenhamos, é bem chato de se fazer quando temos pouco tempo para registrar um momento.

Em primeiro momento o modo de câmera do K5 pode parecer bem simples, mas basta abrirmos as configurações para vermos dezenas de opções, muitas das quais não parecem lá fazer muita diferença como a opção de efeitos que parece só ter opções variantes do modo negativo.

k5-1

Modo automático em baixas condições de luminosidade, não utilizei flash nessa imagem e apenas uma lâmpada de led iluminava o local (Foto batida com o Vibe K5)

Mas como eu lhes dizia, se tivermos paciência as fotos até que saem razoavelmente boas, mesmo em condições que outrora não pareciam nem um pouco aceitáveis para batermos uma foto:

k5-2

Ficou mais fácil diferenciar às tangerinas das maçãs? O flash não foi utilizado e a iluminação ambiente permaneceu a mesma, mas aumentei a saturação e exposição antes de fotografar às frutas. E não, não moro na roça hahaha. (Foto batida com o Vibe K5)

Aliás senhores (as) gamers, se não alterarem a saturação e constraste nas configurações de tela do Lenovo Vibe K5, os seus jogos vão ficar amarelados como essas bananas estão na segunda imagem, não é nada que vá prejudicar seu desempenho, mas de qualquer forma é bom avisar que você é livre para mudar as cores a seu bel prazer.

Mas retomando ao tópico de câmera, como eu dizia as fotos ficam razoavelmente melhores em ambientes externos, mas novamente é preciso ter calma na hora de fotografar porquê o Vibe K5 parece travar uma batalha bem grande com o foco. É incrível como as fotos tendem a ficar borradas, mesmo com as opções de antivibração ligadas ele consegue desfocar com maestria.

Fotos tiradas com o K5:
Clique para abrir em tela cheia.

Ao ar livre as fotos ficam ótimas durante o dia

Ao ar livre as fotos ficam ótimas durante o dia quando a iluminação ambiente está alta. (Foto: Mobile Bit)

 

O mesmo não pode ser dito sobre fotografias noturnas

O mesmo não pode ser dito sobre fotografias noturnas, mesmo tentando se manter o mais parado possível as fotos saem tremidas. (Foto: Mobile Bit)

 

Com o tempo nublado os resultados também não foram dos melhores

Com o tempo nublado os resultados também não foram dos melhores. (Foto: Mobile Bit)

Já a câmera frontal se saiu melhor do que o esperado em ambientes externos e com iluminação natural decente, até me surpreendi com a qualidade dela, pois, ficou acima da média para essa faixa de preço, mas em ambientes externos os resultados foram ruins. Em algumas fotos o HDR enlouquecia e mesmo desativado nos deixava parecendo cosplays dos Simpsons.

Noutras tentativas o foco simplesmente deixava de atuar, mas o mais engraçado é que quando usei o Vibe K5 pela primeira vez ele tinha um modo muito útil de cronometro na câmera, dessa forma ao apertamos o botão para tirar uma foto bastaria esperar 3, 5 ou 10 segundos para que isso fosse feito, o que era bem útil na câmera frontal. Porém, essa função irritava um pouco na câmera traseira e eu a desabilitei e não é que não encontrei mais a dita cuja?

Vasculhei as configurações, toquei em tudo quanto é canto da tela no modo câmera e nada, a opção sumiu e agora tirar fotos na câmera frontal ficou um pouco mais difícil, já que antes era possível fazer um V de Vibe (ou Vitória) e em três segundos a foto era batida. Agora ao fazer esse gesto a foto fica borrada e com a mão na frente do rosto já que a frontal não capta muito bem o gesto a distância.

[section label=”Som” anchor=”Som”]

Análise/Review do Vibe K5 – Som

A qualidade de som do Lenovo K5 é simplesmente nota 10, tanto ele como o Vibe A7010, também da Lenovo, mostram que é mais que possível fazer aparelhos com ótimas qualidade sonora. Ela é alta, bem alta mesmo, os sons em geral tem muita fidelidade e o equalizador é bem decente. Todavia, é bom citar que se a música reproduzida não tiver uma boa qualidade os sons vão ficar com ruídos se o volume for muito elevado, mas isso é algo de se esperar em quase qualquer smartphone.

Todo esse ‘poderio sonoro’ se dá graças ao apoio da Dolby Digital que ajudou na construção das caixas de som stereo do Lenovo Vibe K5. Aliás, achei bem engraçado como que o som fica numa boa altura em 3/4 do volume e quando aumentamos um pouco mais ele fica muito mais alto, bem mais alto mesmo, isso poderia ter sido melhor regulado, mas novamente é algo aceitável e questão de prática.

k5 - equalizador de som

O Vibe K5 possui um equalizador de áudio bem competente, porém, o volume como um todo parece não ter sido lá muito bem calibrado porquê se não estiver acima da metade será bem difícil conseguir ouvir qualquer coisa. (Foto: Mobile Bit)

Ao menos foi engraçado pedir para meus amigos aumentarem o volume de um vídeo no K5 e ver a cara de espanto deles quando, do nada, o volume salta de médio/baixo para muito alto.

Para finalizar o tópico de áudio, só não gostei do aplicativo de músicas padrão, pois com ele não é possível trocar as músicas pelo botão do fone de ouvido, ao menos ele para de reproduzir músicas quando tiramos o fone antes de pausar o que estiver tocando. Aliás, os fones são bons, nada de espetacular, mas são auriculares decentes e creio que devem agradar a maioria das pessoas, mas se você gosta de trocar de música pelo botão do fone vai ser preciso instalar outro reprodutor de música que suporte tal função.
[section label=”Interface” anchor=”Interface”]

Análise/Review do Vibe K5 – Interface

A interface do Vibe K5 é bem simples e leve em alguns aspectos e um tanto que poluída visualmente em outros. Ao ligar o aparelho pela primeira vez você notará que ele não possui gaveta de aplicativos e todos os aplicativos instalados serão jogados na home, porém, é facilmente possível alterar isso por trocar a Vibe Launcher para a Google Now Launcher, que traz à tela de todos aplicativos tão famosa de volta.

sem gaveta

Sem a gaveta de aplicativos tudo que for instalado irá ficar ‘jogado’ na área de trabalho. Para ativá-la basta acessar Configurações > Início > Google Now Launcher. (Foto: Mobile Bit/Reprodução)

O menu de configurações é bem organizado e simples, mas alguns observadores mais atentos talvez notem a ausência de alguns comandos muito úteis, como o equalizador de som, brilho e duração de atividade da tela etc.

A maioria das funções necessárias com maior frequência estão disponíveis junto da tela de notificações, acessível ao deslizarmos o dedo para baixo, entretanto, tem atalhos demais aqui e alguns ícones não dão muitas pistas de para que exatamente servem.

K5 Software atalhos

A tela de atalhos do K5, acessível ao deslizarmos o dedo de cima para baixo, é pouco intuitiva e algumas funções parecem não surtir o menor efeito quando tocadas. (Foto: Mobile Bit)

Nos dois primeiros dias em que usei o K5 eu o pegava para fazer alguns testes e não o deixava de lado até que a bateria estivesse quase acabando, no terceiro transferi meus chips de operadora para ele e foi nessa hora que notei que a tela desligava rápido demais. Fui nas configurações de tela e fucei, fucei e fucei, mas não vi nem sinal da opção para aumentar o tempo de atividade dela. Procurei nas configurações de desenvolvedor e nada, mas será que esse aparelho não possuí esse recurso?

Só quando já estava quase apelando pro Google que abri a tela de notificações e vi esse ícone:

k5 atalhos borrados

Essa pequena opção “lunar” de tempo limite é o que determina se sua tela vai desligar-se rapidamente ou não. (Foto: Mobile Bit/Reprodução)

Eu já havia tocado nessa opção antes, mas como não notei nenhuma mudança deixei-a de lado, que tolice, ao meu ver era só uma opção de silenciador momentâneo. Ressalto que esse foi o primeiro aparelho da Lenovo que analisei e utilizei como smartphone principal. Todavia,  não encontrei a função de aumento de atividade da tela em nenhum outro canto e alguns atalhos também só podem ser acessados através desse menu, portanto, caso adquira um Lenovo Vibe K5, é melhor passar um tempinho conhecendo esse menu.

Mas deixando as opções existentes de lado, eu não encontrei nenhuma opção da Moto Care nesse aparelhos, como balançar o dispositivo para abrir a lanterna. Uma vez que a Lenovo também é dona da Motorola eles poderiam muito bem colocar essas facilidades em todos seus aparelhos, fica a dica.

Para finalizar meus comentários e opiniões sobre a interface do Lenovo Vibe K5 é interessante citar duas adições para lá de bem vindas a esse aparelho, a primeira é a possibilidade de programar um horário para que seu aparelho ligue e desligue automaticamente, o que não afeta o despertador, caso este esteja programado em um horário diferente do qual o aparelho está desligado. Esse recurso fantástico poupa bateria e prolonga a vida útil do K5. A outra adição é um modo onde podemos dar ou impedir certas funções aos aplicativos, similar as que estão presentes nativamente no Android Marshmallow, mas de uma maneira mais simples.

[section label=”Desempenho” anchor=”Desempenho”]

Análise/Review do Vibe K5 – Desempenho

O K5 não faz feio em desempenho, graças aos seus 2 GB de memória RAM o aparelho é mais que capaz de abrir dezenas de aplicativos sem travar, migrar entre uma atividade e outra também é bem fluído e rápido. Durante os meus testes fiquei trocando entre Instagram > YouTube > Facebook > Snapchat e até mesmo Angry Birds Star Wars II, não notei nenhuma demora na troca e execução dessas tarefas, exceto quando estas já estavam “no limbo” por certo tempo, mas em geral fazer o Lenovo Vibe K5 travar é uma verdadeira batalha.

O processador e a GPU desse aparelho, respectivamente Snapdragon 616 e Adreno 405, são capazes de rodar a maioria massiva dos jogos sem engasgos ou queda de Frames, porém, o Snap 616 (E a Adreno 405) não são hardwares top de linha e alguns jogos terão de ter os gráficos um pouco reduzidos para que possam funcionar sem nenhum problema. Mas se você é fã de jogos mobile pode ter certeza que ao menos até o presente momento o K5 vai poder rodar todos os jogos presentes na Play Store.

K5 Desempenho

O tamanho da tela, e do aparelho por extensão, é bem confortável para jogar. O game eu que estava jogando durante a fotografia é o Need For Speed No Limits, gratuito na Play Store. (Foto: Mobile Bit)

Eis os jogos que testei e joguei por ao menos uma hora no Lenovo Vibe K5:

– Need For Speed No Limits (Não mexi em configurações gráficas, tudo funcionou perfeitamente)
– Mortal Kombat X (Idem)
– Clash Royale, Clash of Clans (Não aqueceram o aparelho e funcionaram sem maiores incidentes)
– Angry Birds Star Wars II
– Grand Theft Auto San Andreas (Foi necessário reduzir um pouco a qualidade gráfica).
– Nova III (Idem ao San Andreas)

Para os fãs de Benchmark a pontuação que o Vibe K5 obteve foi de 37291 pontos, uma média muito boa e que certamente só agrega mais destaque a esse aparelho.
[section label=”Bateria” anchor=”Bateria”]

Análise/Review do Vibe K5 – Bateria

Meu caro amigo leitor (a), falar sobre a bateria é sempre um assunto delicado, afinal, cada usuário tem necessidades e uso diferentes para um smartphone, portanto, a seguir eu darei as impressões que eu tive com o Lenovo Vibe K5, mas enfatizo que durante o seu uso a duração da mesma pode ser diferente.

Geralmente eu só recarregava o K5 uma vez por dia, mas quando ficava mais tempo em jogos online ou vendo vídeos a bateria obviamente era drenada mais rapidamente e se fazia necessário procurar uma tomada, e é nessa hora que o cerco apertava porquê o K5 demora demais para carregar, são necessárias aproximadamente duas horas na tomada para ir de 10 a 100% de carga.

O K5 é um amor que mora longe, demora para ver 'sua amada', mas quando chega ela não quer deixá-lo partir. (Foto: Mobile Bit)

O K5 é um amor que mora longe, demora para ver ‘sua amada’, mas quando chega ela não quer deixá-lo partir. (Foto: Mobile Bit)

Outros aparelhos nessa faixa de preço, como o próprio Moto G3 e G4, carregam mais rápido do que ele, embora, eu particularmente acho que a duração de bateria do K5 é superior a dos seus ‘primos’ da Motorola e por isso prefiro ele aos Moto G’s.

Embora o K5 não tenha apresentado nenhum aquecimento que tenha incomodado durante o carregamento, o cabo USB do carregador me deixou muito intrigado, afinal, o material dele não parece ser muito resistente e caso você olhe um pouco a imagem acima vai notar que ele é bem flexível e não pode ser desenrolado, o que ao menos facilita nossa vida na hora de carregá-lo por aí, mas atrapalha um pouco quando queremos mexer no K5 enquanto carrega e o cabo continua enrolado, limitando o nosso espaço até a tomada.

Mas de toda forma, eis os dados que eu obtive ao longo das duas semanas que usei o K5:

– Stand By: Aproximadamente 48 horas longe da bendita tomada, a amante ciumenta.
– Conectado no Wi-Fi e usando o aparelho eventualmente: 19 horas longe da tomada.
– Conectado no Wi-Fi e jogando até drenar o aparelho: Quase 5 horas de carga.
– Conectado no 4G da Tim e jogando até drenar a bateria: 4 horas e 15 minutos de carga.
– Maratona de Black Mirror na Netflix via Wi-Fi: Aproximadamente 5 horas de carga.
[section label=”Conclusão” anchor=”Conclusão”]

Análise/Review do Vibe K5 – Conclusão

O Vibe K5 é um excelente aparelho e certamente uma das melhores opções Custo x Benefício da atualidade, a única coisa que não gostei dele foi a câmera, principalmente a frontal que deixa a desejar, mas isso pode ser facilmente contornado com outros aplicativos de fotografia e edição, porém, se para você ter uma ótima câmera é algo essencial, talvez sua princesa esteja em outro castelo, pode ser mais interessante optar pelo Moto G4 ou ainda pelo Vibe A7010, também da Lenovo, ambos aparelhos já foram analisados pela nossa equipe.

Agora se por acaso você não se preocupa tanto com a câmera e quer um aparelho confortável, pequeno, com uma excelente tela e potência de sobra para rodar o que bem quiser, bem, nesse caso o Lenovo Vibe K5 pode ser o aparelho ideal para você, caro mobilenauta.

Sobre o autor

Olá nobre visitante, seja bem vindo, meu nome é Jean e nasci nas sombras da Grande SP, amada terra da garoa. Não sei bem se foi 'o mundo', ou meu jeito introvertido de ser, que me tornou alguém mais antenado em tecnologia, mas sempre gostei de ler sobre novidades da área e desde 2013 passei para o outro lado, o que conta as histórias. Fico feliz que você às tenha lido, volte sempre ;)
    Posts Relacionados
    Reviews

    Review do Alcatel 3C: Uma ótima opção de smartphone de entrada

    Reviews

    Review do ASUS Zenfone 5 (2018): Inteligência artificial e custo benefício

    Reviews

    Zenfone 5 - Primeiras Impressões do novo smartphone da ASUS

    Reviews

    Review do Kindle 8° - Ainda vale a pena comprar um E-Reader em 2018?

    1 Comentário

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *