Notícias

Huawei segue na ‘lista negra’ de negócios dos EUA

Há alguns dias, após a reunião do G20, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez uma declaração que indicou que a Huawei poderia voltar a negociar com empresas norte-americanas. Contudo, a fabricante chinesa segue na lista negra de negócios do país.

Como sabemos, o Presidente Trump havia dito que as empresas dos EUA poderiam vender seus produtos à Huawei, desde que fossem equipamentos que não trouxessem risco à segurança nacional.

O caso é que não foi possível “traduzir” essa declaração em normas aplicáveis. Com isso, a Huawei segue impedida de negociar com o país, e continua sem saber o que será ou não permitido.

Os executivos da marca continuam aguardando a orientação oficial do Departamento de Comércio dos EUA.

Mas, de acordo com Larry Kudlow, diretor do Conselho Nacional de Economia dos EUA, poucas coisas mudarão nas relações comerciais entre EUA e Huawei.

A Huawei continua na lista negra dos EUA.
Apesar da declaração do Presidente Trump, a Huawei segue na ‘Lista Negra’ dos EUA. (Foto: Divulgação)

Basicamente, a fabricante chinesa deverá permanecer na ‘lista negra’ de negócios dos Estados Unidos, sendo que as empresas norte-americanas precisarão de uma licença especial para negociar com a marca.

Porém, como vimos, nenhum produto que ofereça ameaça a segurança nacional do país poderá ser vendido para a Huawei. Dessa forma, a licença deverá incluir apenas chips e produtos de “baixa tecnologia”.

Dito isso, é provável que a fabricante chinesa continue em uma situação delicada por mais tempo, sem previsão de regularizar sua relação com o governo norte-americano.

Contudo, a Huawei não parece estar muito preocupada com toda essa situação, ou, pelo menos, é o que ela dá a entender.

Nesse meio tempo, a gigante chinesa segue trabalhando em novos smartphones e em medidas alternativas para contornar essa situação.

Parece que a situação entre China e Estados Unidos seguirá acirrada por mais algum tempo, apesar de alguns terem pensado que este seria o fim da guerra comercial entre os dois países.

Para sabermos como isso realmente vai terminar, precisaremos esperar.

Fonte: PhoneArena

Sobre o autor

Matheus Henrique é o Fundador e o Content Manager do Mobile Bit. Profissional na área de gerenciamento e criação de web sites na internet, também trabalha na publicação de notícias do site.
    Posts Relacionados
    Notícias

    Bateria de Grafeno já está pronta para ser usada em smartphones

    Notícias

    Xiaomi Mi 10 deve ser lançado com câmera de 108 MP

    Notícias

    Nokia 1.3 recebe certificação no FCC indicando lançamento iminente

    Notícias

    Galaxy A60 e M40 devem receber o Android 10 antes do previsto