Notícias

Razr 2019: Motorola impede iFixit de analisar unidade com tela quebrada

Razr 2019 fechado.

O lançamento do Razr 2019 deixou os usuários muito animados, afinal é a releitura de um celular flip icônico de meados de 2000. Contudo, a animação foi acabando conforme surgiram os primeiros problemas.

O dobrável foi anunciado em novembro do ano passado, e teve seu lançamento comercial adiado pela alta demanda. Posteriormente, o aparelho passou por testes de resistência, um deles feito pelo CNET, que resultou até mesmo no pronunciamento da marca sobre o caso.

Bem, a polêmica continua. Desta vez, a equipe do Input revelou um caso muito curioso: a Motorola pediu que a equipe do iFixit não realizasse o desmonte de uma unidade quebrada do Razr 2019.

O dispositivo em questão foi danificado enquanto a equipe do Input o testava para análise, sua tela se soltou perto da dobradiça. Ao se deparar com o dano, a Motorola foi contatada com um pedido de suporte, e levou mais de 24 horas para respondê-lo.

A companhia solicitou que o Razr 2019 fosse enviado para análise, para que fosse descoberto o que ocasionou o problema.

Unidade danificada do Motorola Razr 2019.
A tela do Razr 2019 da Input descolou próximo à dobradiça.

Ao invés disso, a equipe do Input preferiu uma análise aprofundada em que pudesse descobrir detalhadamente o que ocorreu com seu dobrável.

Para isso, o site contatou o iFixit e ofereceu seu Razr 2019 para que fosse desmontado e analisado, e o CEO do portal disse estar sim interessado.

O Input avisou a Motorola sobre a decisão, mas antes de receber uma resposta da marca, o iFixit lhe enviou o seguinte e-mail:

“Infelizmente, teremos que recusar o exame do aparelho […] O iFixit tem um relacionamento preexistente com a Motorola, e fomos solicitados como favor pessoal a não aceitar esse caso em particular”.

Cerca de meia hora depois, veio a resposta da Motorola sobre o envio do Razr 2019 ao portal:

“Se você quiser entrar em contato com o iFixit, isso é com você. Embora o iFixit seja nosso parceiro, eles normalmente são contatados pelas fabricantes para analisar a raíz do problema.”

De acordo com o Input, o ideal seria que a Motorola lhes contatasse para discutir as opções, ou mesmo para sugerir que o iFixit não seria a melhor alternativa para o caso.

Ao invés disso, a companhia contatou diretamente o iFixit e lhe pediu para não analisar o Razr 2019 da Input, o que foi acatado sem demora.

Ainda em seguida, o mesmo representante teria contatado o Input, como vimos acima, sugerindo que a companhia entendia e estava aberta à opção escolhida pelo usuário, o que não era o caso.

Posteriormente, o CEO do iFixit contatou o site novamente, afirmando que a decisão de não aceitar o Razr 2019 danificado foi feita pelo próprio portal, e é independente da Motorola.

Seja como for, a impressão que ficou não é nada boa. Mas e você, o que acha dessa história toda? Comente!

Fonte

Sobre o autor

Matheus Henrique é o Fundador e o Content Manager do Mobile Bit. Profissional na área de gerenciamento e criação de web sites na internet, também trabalha na publicação de notícias do site.
    Posts Relacionados
    Notícias

    WhatsApp passa por instabilidade e não permite download de áudio

    Notícias

    Galaxy A6 Plus começa a ser atualizado para o Android 10

    Notícias

    Xiaomi Mi 8, Mi 8 Pro, Mi 8 SE e Mi 9 Lite recebem o Android 10 estável

    Notícias

    Galaxy Note 8 começa a receber atualização de segurança de abril

    Comentários

    avatar
      Inscrever  
    Notify of